Bahia criou 12.548 postos de trabalho em fevereiro de 2022

Estado é o que mais criou postos de trabalho com carteira assinada este ano no Nordeste

Publicado terça-feira, 29 de março de 2022 às 15:39 h | Atualizado em 29/03/2022, 18:31 | Autor: Da Redação
O segmento de Serviços foi o que mais gerou postos de trabalho na Bahia em 2022
O segmento de Serviços foi o que mais gerou postos de trabalho na Bahia em 2022 -

Em fevereiro, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a Bahia gerou 12.548 postos com carteira assinada, Esse número é o saldo decorrente das 72.749 admissões e 60.201 desligamentos ocorridos no período.  

O estado passou a contar com 1.821.586 vínculos celetistas ativos, uma variação de 0,69% sobre o quantitativo do mês anterior. É o que informou a Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia (Seplan). 

Primeiro lugar no Nordeste 

Em números absolutos, a Bahia ocupou a primeira posição na geração de postos de trabalhos entre os estados nordestinos. Na comparação com as unidades federativas do país, ficou na oitava colocação. Na variação comparada com o mês de janeiro, a Bahia também ficou em primeiro lugar no ranking na região Nordeste. 

No agregado dos dois primeiros meses de 2022, levando em conta a série ajustada, que incorpora as informações declaradas ao Caged fora do prazo, a Bahia preencheu 23.934 novas vagas – aumento de 1,33% em relação ao total de vínculos celetistas do início do ano. 

O segmento de Serviços (+5.482 postos) foi o que mais gerou postos de trabalho celetistas, dentre os cinco grandes setores de atividade econômica em fevereiro no estado. Em seguida, foi acompanhado por Construção (+3.540 postos), Indústria geral (+1.845 postos), Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (+1.411 postos) e Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas (+270 postos). 

Publicações relacionadas