adblock ativo

Prazo para regularizar título termina nesta quarta-feira

Publicado terça-feira, 06 de maio de 2008 às 19:40 h | Atualizado em 06/05/2008, 20:42 | Autor: Clarissa Borges, do A TARDE On Line
adblock ativo

Quem pretende votar nas eleições de 5 de outubro tem até as 18h desta quarta-feira, 7, para retirar a primeira via do título de eleitor, ou regularizar a situação do documento junto ao TRE. A Central de Atendimento ao Público do órgão, localizado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), teve movimento intenso nesta terça-feira, até as 16h. Quem chegou depois deste horário ficou surpreso com a falta de filas, apesar dos aproximadamente 1600 eleitores atendidos, o que representa um aumento de 82% com relação aos 875 atendimentos realizados no dia anterior.

Entre os eleitores que procuraram o órgão nesta terça está a recepcionista Andreia Andrade e o marido, que deixaram para última hora o pedido de regularização e transferência dos títulos. "Sempre trabalhando, dificilmente temos um tempo disponível, então hoje pedimos dispensa e viemos", justifica. Tiveram sorte e foram tendidos em menos de 30 minutos. "Acho que o serviço está sendo muito ágil", comentou.     

Após o vencimento do prazo, a emissão de primeira via e a regulariazação do título só voltam a ser feitos em dezembro. Quem votou ou justificou a ausência nas eleições passadas, mas precisa somente solicitar a segunda via do título, tem até dez dias antes das eleições, e pode votar levando apenas um documento de identidade.

Documentos - Para solicitar os serviços do TRE, o eleitor deve levar ao cartório eleitoral documento de identificação oficial com foto - carteira de identidade, de trabalho, ou de motorista - e comprovante de residência, além do certificado de alistamento militar para os homens.  Em caso de transferência, o eleitor deve procurar o cartório eleitoral da nova residência. Já os eleitores que estão com o documento cancelado por não ter votado em três eleições consecutivas devem pagar multa de R$ 3.

O título de eleitor é documento obrigatório para brasileiros com idade entre 18 e 70 anos alfabetizados. Sem ele, além de não votar, o cidadão fica impossibilitado de tirar CPF e passaporte, fazer matrícula própria e de dependentes em escolas e universidades públicas, assumir cargos públicos e movimentar conta bancária ou solicitar empréstimo em bancos oficiais.

Revisão - Por conta de suspeitas de fraudes nas eleições, o TRE realizou a revisão de títulos em 199 municípios baianos em 2007. Durante o processo, todos os eleitores dessas localidades foram convocados a comprovar identidade e domicílio eleitoral.  Segundo o TRE, foram cancelados 745 mil títulos, incluindo os não comparecimentos, número recorde no País. A Bahia teve, nas últimas eleições, em 2006, 9.109.353 eleitores.

Serviço

Mais informações sobre título de elitor estão disponíveis no site do TRE

adblock ativo

Publicações relacionadas