adblock ativo

Prefeitura e Unicef firmam parceria para qualificar atendimento à primeira infância na Saúde

Publicado às | Atualizado em 26/10/2021, 12:20 | Autor: Redação
Parceria visa estratégia de assistência técnica, capacitação, monitoramento, acompanhamento e certificação da melhoria da oferta de serviços para gestão municipal | Foto: SMED
Parceria visa estratégia de assistência técnica, capacitação, monitoramento, acompanhamento e certificação da melhoria da oferta de serviços para gestão municipal | Foto: SMED -
adblock ativo

A Prefeitura de Salvador selou parceria com o Fundo Internacional das Nações Unidas para a Infância (Unicef), para qualificar o atendimento à primeira infância nas áreas da saúde e educação do município. A iniciativa denominada “Unidade Amiga da Primeira Infância – UAPI, é uma estratégia de assistência técnica, capacitação, monitoramento, acompanhamento e certificação da melhoria da oferta de serviços.

A iniciativa visa ainda ampliar o diálogo entre profissionais e famílias para melhor comunicação sobre o desenvolvimento das crianças de até seis anos de idade, atendidas em Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) e Unidades de Educação Infantil. Para cada um dos âmbitos da Iniciativa UAPI (saúde e educação infantil) dez diretrizes deverão ser cumpridas para que as unidades sejam contempladas com o recebimento da certificação UAPI.

Entre as diretrizes estão: fortalecer as competências individuais em saúde e desenvolvimento infantil entre gestantes e suas famílias acompanhadas pela UAPS-SUS, com prioridade para adolescentes; Monitorar a realização dos testes de triagem neonatal entre todos os recém-nascidos acompanhados pela UAPS; Realizar pelo menos nove consultas de puericultura nos dois primeiros anos de vida, por pediatra e/ou equipe da Estratégia Saúde da Família, segundo calendário preconizado pelo Ministério da Saúde; Acompanhar o crescimento infantil em todas as consultas das crianças a partir do preenchimento das curvas de crescimento constantes na Caderneta da Criança.

E ainda estimular o protagonismo das famílias na vigilância do desenvolvimento infantil em todas as consultas da criança e da mãe, verificando e anotando os marcos do desenvolvimento infantil na Caderneta da Criança, bem como promover o acolhimento, pré-diagnóstico e encaminhamento de casos suspeitos de deficiência, atraso no desenvolvimento e doenças raras para atenção especializada e multidisciplinar; Estimular o aleitamento materno exclusivo até 6 meses de idade da criança e mantido até os dois anos de vida ou mais, além de orientar a introdução da alimentação complementar saudável a partir dos seis meses de vida; Realizar a prevenção de deficiência de micronutrientes a partir da orientação das famílias quanto à necessidade e fontes de suplementação de ferro e vitamina A, de acordo com recomendações do Ministério da Saúde; Acompanhar em todas as consultas das mães e crianças a manutenção do calendário vacinal, promovendo a busca ativa de não vacinados.

Orientar as boas práticas de saúde bucal em pelo menos uma consulta da gestante, duas consultas no primeiro ano de vida e uma no segundo ano de vida da criança, e trabalhar de forma integrada com Centros Municipais de Educação Infantil e programas municipais, estaduais e nacionais de visitas domiciliares de crianças e gestantes direcionados ao fortalecimento de competências familiares e à promoção do desenvolvimento infantil, completam as ações a serem seguidas.

Unidades

Dezenove unidades de saúde inscritas na iniciativa UAPI, abrangendo os 12 distritos sanitários do município, sendo estas: USF Fazenda Coutos 2; UBS Prof. José Mariane; USF Canabrava; USF Da Federação; UBS Eunisio Coelho Teixeira; USF Alto Do Cruzeiro; USF Jardim Campo Verde; USF Pericles Esteves Cardoso-Barbalho; USF Imbuí; USF Iapi; UBS Nelson Piauhy Dourado; USF Parque São Cristóvão; USF Do Boa Vista Do Lobato; USF Aristides Pereira Maltez; USF/Capelinha; USF Terreiro De Jesus; USF Joanes Centro Oeste; USF Do Candeal Pequeno; USF KM17.

adblock ativo

Publicações relacionadas