Mulher vítima de estupro durante parto chora ao ser informada do crime

Segundo a delegada que investiga o caso informou nesta quinta-feira, 14, ela ficou abalada

Publicado quinta-feira, 14 de julho de 2022 às 17:24 h | Atualizado em 14/07/2022, 17:24 | Autor: Da Redação
Anestesista foi preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira, 11
Anestesista foi preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira, 11 -

A mulher que foi vítima de estupro pelo médico anestesista Quintella Bezerra durante uma cesárea no Rio de Janeiro no domingo, 10, já foi informada do crime que sofreu. Segundo a delegada que investiga o caso informou nesta quinta-feira, 14, ela ficou abalada.

"Falei com ela ontem (quarta), foi emocionante, ela está muito abalada psicologicamente. Chorou falando comigo. Mas tanto ela, quanto o bebê estão bem, ela voltou a amamentar hoje, porque ficou impossibilitada", disse a delegada Barbara Lomba.

A vítima tomou um coquetel anti-HIV no domingo, como manda o protocolo para os casos de violência sexual.

A delegada informou, inclusive, que um pedido a Justiça para teste de HIV para o anestesista está sob avaliação.

"Medidas invasivas podem ser pedidas, desde que justificadas, para que a gente configure o crime".

"Nós temos sempre a opção de testar as vítimas. Me parece também que os profissionais de saúde têm que ter um cadastro. Vou buscar essa informação", disse a delegada.

O anestesista foi preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira, 11.

Publicações relacionadas