Paixão por Caetano e Bethânia vence o etarismo, avalia antropólogo | A TARDE
Atarde > Cultura > Música

Paixão por Caetano e Bethânia vence o etarismo, avalia antropólogo

Busca por ingressos da turnê dos irmãos santamarenses "quebrou" a internet

Publicado domingo, 24 de março de 2024 às 07:00 h | Autor: Eugênio Afonso
Rio e São Paulo viram os tíquetes esgotarem em menos de uma hora e a produção já abriu novas datas
Rio e São Paulo viram os tíquetes esgotarem em menos de uma hora e a produção já abriu novas datas -

Desde que anunciaram que iriam cantar juntos em turnê pelo país, agora em 2024, os irmãos santamarenses Caetano Veloso e Maria Bethânia ‘enlouqueceram’ os fãs. A pergunta que mais se ouvia era: quando começarão as vendas dos ingressos?

>>> Show histórico: Salvador teve parabéns especial de Caetano e Bethânia

Definidas as datas – 17 de março para correntistas do Banco do Brasil, o patrocinador do evento , e 20 de março para o público em geral –, a internet quase ‘quebrou’ de tanta procura e reclamação.

Apesar do caos com a instabilidade no sistema de pré-vendas online, que motivou até uma resposta de Paula Lavigne, mulher de Caetano, nas redes sociais, a maioria dos ingressos desapareceu rapidamente e o restante deve acabar em pouco tempo.

Rio e São Paulo, por exemplo, viram os tíquetes esgotarem em menos de uma hora e a produção já abriu novas datas. Mais dois dias para a cidade maravilhosa, que acabou ficando com o maior número de apresentações – quatro no total – e mais um para Sampa. E, claro, tem ainda os sites falsos e cambistas online que chegam a cobrar mais de cinco vezes o valor oficial.

Todo este corre-corre se deve, acima de tudo, porque Caetano e Bethânia são dois dos maiores artistas da música popular brasileira desde que surgiram. Caetano ganhou notoriedade já nos festivais da Record, e Bethânia, aos 18 anos, substituindo Nara Leão no icônico show Opinião, no Rio de Janeiro. Tudo isso no século passado, idos de 1960.

De lá para cá, os filhos de Dona Canô, cada um à sua maneira, com carreiras já consolidadas e impecáveis, vivem sob os holofotes, arrancando elogios de público e crítica por onde passam com a força criadora de seus trabalhos.

Em recente entrevista ao programa de TV Fantástico (Rede Globo), os dois falaram sobre a cumplicidade como irmãos e Bethânia chegou a dizer que, como bem vaticinou Mãe Menininha do Gantois, eles são praticamente gêmeos de ventres diferentes.

Gênios da cultura

Para o antropólogo, poeta, professor da Unilab e colaborador de A TARDE Marlon Marcos, tem muito jovem no Brasil com sede de compreender a grandeza desses dois artistas, por isso a correria pela procura de ingressos. “Eles estão criando esse alvoroço como mega astros da música pop e isso dá uma alegria muito grande porque, além de tudo, a gente vence o etarismo”.

Afinal, os irmãos santamarenses são dois criadores longevos, com quase 60 anos de carreira, que ajudam o país a se sentir como Brasil, de acordo com Marlon.

“São dois artistas octogenários, digamos assim, que conseguem atrair atenção de todo o país e partem desse lugar chamado Bahia para dizer que tem coisas bonitas para fazer com que a gente se sinta melhor enquanto país e povo”.

“Maria Bethânia não é simplesmente uma intérprete, acaba sendo uma pensadora social. Ela se filia a uma ideia de Brasil que se sustenta nas matrizes culturais afro-indígenas e em muitas tradições lusitanas. Acaba espraiando a Bahia do Recôncavo para o mundo pela grande cantora que é”, complementa o antropólogo.

Ainda segundo Marlon, eles são dois artistas fundamentais para que se tenha uma noção de brasilidade fincada na cultura popular. “Caetano acaba fazendo filosofia com a música que produz. Bethânia, para mim, é a maior cantora viva do mundo, dona de uma grande musicalidade, com uma capacidade expressiva fora do comum. Os dois iluminam a cultura brasileira”.

Fenômeno popular

Caetano & Bethânia já é considerada a turnê mais esperada do ano e vai ser apresentada em sete capitais brasileiras. O penúltimo show será em Salvador, na Fonte Nova, no dia 30 de novembro, com valores que variam de R$ 110 a R$ 470. O preço alto dos ingressos, inclusive, já virou meme nas redes sociais.

O músico e amigo Tuzé de Abreu diz que a disputa pelos ingressos não o surpreende, já que Caetano e Bethânia são campeões. “O que posso falar deles se já disseram tudo? Eu mesmo vou providenciar o meu. Só posso falar que a ideia é excelente e vai ser maravilhoso”.

Antes da capital baiana, eles cantam no Rio de Janeiro (03, 04, 10 e 11 de agosto), Belo Horizonte (07 de setembro), Belém (29 de setembro), Porto Alegre (12 de outubro), Brasília (09 de novembro), e a última apresentação será em São Paulo (14 e 15 de dezembro).

Nem é preciso dizer que muitos estados não contemplados ficaram indignados e revoltados com a impossibilidade de ter os mais famosos irmãos da família Veloso se apresentando por lá.

No entanto, para os incautos de plantão, esta não é a primeira vez que os irmãos, reconhecidos como artistas essenciais à formação cultural de várias gerações, com trajetórias projetadas para além da música, fazem show juntos.

Há exatos 60 anos, com o espetáculo Nós, por exemplo, no Teatro Vila Velha, em Salvador, começa a história desse encontro musical. Mas ali Caetano e Bethânia, assim como em Os Doces Bárbaros, estavam ao lado de Gal e Gilberto Gil, eternos parceiros tropicalistas.

Sozinhos, os dois se apresentaram pela primeira vez, em 1978, no Teatro Santo Antônio (atual Martim Gonçalves), em um show que gerou o LP Maria Bethânia e Caetano Veloso ao vivo. De Salvador, o espetáculo partiu para o extinto Canecão, no Rio de Janeiro, além de outros estados do Sul e Sudeste do país.

E muito além da enormidade desta nova turnê, que deverá ter lotação média de 60 mil pessoas, esta será a primeira vez que os irmãos farão show juntos desde a lendária apresentação de 1978, e da festa de comemoração dos 450 anos de Salvador (29 de março), em 1999, quando cantaram na praça Castro Alves.

Diante de tanta euforia, sobretudo por parte dos fãs, pode-se constatar que a dupla baiana é realmente um fenômeno popular, já que, assim como o Deus Midas, tudo o que toca vira ouro, vira objeto de desejo.

Caetano & Bethânia é uma turnê produzida pela Uns Produções e Filmes e Jaci Produções Artísticas, em parceria com a empresa Live Nation e tem patrocínio do Banco do Brasil. Os ingressos já estão à venda e podem ser adquiridos na ticketmaster.com.br e nas bilheterias oficiais.

Publicações relacionadas