Aquecimento no setor imobiliário atrai profissionais em busca de novo ramo

Publicado quarta-feira, 01 de dezembro de 2021 às 16:17 h | Atualizado em 01/12/2021, 16:19 | Autor: Da Redação

Com a pandemia, muita gente precisou mudar o viés profissional para lidar com os cortes no orçamento. Um dos segmentos que mais absorveu as pessoas foi o setor imobiliário, que segue aquecido.

A psicóloga Lorena Costa foi uma das que mudou de ofício e se arriscou em uma nova carreira. Longe dos divãs, ela hoje é uma Agente Imobiliária e Top Producer da Franquia RE/MAX, em uma agência localizada no Litoral Norte. A partir de uma mentoria aplicada a corretores, ela se apaixonou pela nova profissão e se tornou referência por proporcionar aos clientes uma experiência mais humana nas transações. Segundo ela, o olhar atento, adquirido na profissão anterior, aos desejos, sonhos, objetivos e dores de cada cliente envolvido na compra e venda de um imóvel faz toda diferença em cada negociação.

Maior rede de franquias imobiliárias do mundo, com mais de 8 mil corretores no Brasil e 400 somente na Bahia, a RE/MAX inaugurou, apenas neste trimestre, cinco novas lojas no estado em locais como Santo Antônio de Jesus, Guanambi, Alagoinhas, Barra Grande e Salvador. Com as inaugurações, a empresa ultrapassa as 30 lojas franqueadas na Bahia.

“Percebemos durante esses últimos meses que muitas pessoas migraram de outras áreas de atuação. Foi uma forma de garantir seu sustento diante da crise da covid. E a RE/MAX tem abraçado a todos que se entregam, implementando a sua cultura empresarial, disponibilizando ferramentas de alta performance, qualificando e treinando com consistência os associados, requisitos necessários para os profissionais exercerem e entregarem o máximo serviço ao mercado imobiliário”, explica o Master Regional da RE/MAX Grupo Bahia, Kerley Reis.

Devido aos resultados, a RE/MAX recebeu o título de melhor Franquia para se trabalhar no Brasil em 2021, dentre todos segmentos, eleita pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios como a Top #1.

Quem acaba de se tornar franqueado é Guilherme Neves. A decisão de abrir mais uma unidade RE/MAX fora da capital baiana, em Guanambi, só ratifica a escolha feita por ele três anos atrás, quando Guilherme e outros dois sócios, Gabriel Mattos e Maíra Araújo, ingressaram na franquia RE/MAX em 2018 e iniciaram uma imobiliária do zero.

“Por sermos engenheiros e termos tido experiência em negociações de imóveis para construções e incorporações, percebemos a necessidade de uma empresa com grande representatividade em nível mundial e profissionais capacitados que façam negócios de forma segura”, enfatiza Guilherme.

Kerley reforça o aquecimento do setor. Em 2021, a geração de negócios foi 194% maior do que nos anos anteriores. A expectativa para 2022 é ainda melhor. “A RE/MAX Grupo Bahia espera abrir mais 20 novas lojas, alcançando o número de 50 escritórios imobiliários no Estado e trabalhar com uma força de venda ultrapassando 800 corretores de imóveis”, conclui.

Publicações relacionadas