adblock ativo

Arábia Saudita não vai alterar produção de petróleo, diz ministro

Publicado quarta-feira, 30 de dezembro de 2015 às 09:54 h | Atualizado em 19/11/2021, 07:15 | Autor: Estadão Conteúdo
adblock ativo

A Arábia Saudita, maior exportador mundial de petróleo, não vai mudar sua atual política de produção e está disposta a atender qualquer demanda adicional de seus clientes, afirmou hoje o ministro de Petróleo do país, Ali al-Naimi.

"É uma política confiável e não vamos alterá-la", declarou Naimi a repórteres, às margens de um evento em Riad, a capital saudita.

Segundo Naimi, a Arábia Saudita planeja satisfazer os clientes e não limitará mais sua produção. "Se houver demanda, iremos responder. Temos capacidade de responder à demanda", disse.

Naimi também comentou que a decisão do governo saudita de elevar os preços locais da gasolina, de US$ 0,16 para US$ 0,24 por litro, aumentará a eficiência do consumo doméstico.

"Ninguém pode dar uma previsão desses números. Trata-se de um programa de longo prazo. O resultado do programa será melhorar a eficiência energética e a economia nacional, e criar muitos empregos", disse o ministro.

Após passar anos gastando a riqueza oriunda do petróleo para sustentar sua economia e oferecer energia subsidiada e outros benefícios à população de 30 milhões de pessoas, a Arábia Saudita foi obrigada a rever seus planos diante da tendência de queda dos preços internacionais do petróleo. Fonte: Dow Jones Newswires.

adblock ativo

Publicações relacionadas