adblock ativo

Brasil é mais atrativo a investimentos, diz consultoria

Publicado sexta-feira, 10 de agosto de 2012 às 16:43 h | Atualizado em 10/08/2012, 19:42 | Autor: Wladimir D'Andrade | Agência Estado
adblock ativo

O Brasil será no futuro o destino mais atrativo para investimentos estrangeiros diretos (IED), na opinião de 78% de executivos globais, entrevistados pela empresa de consultoria Ernst & Young, na pesquisa Brazilian Attractiveness Survey. Além disso, 83% disseram acreditar que a atratividade brasileira aumentará nos próximos três anos, contra apenas 38% que apostam o mesmo em relação à Europa. Em 2011, o Brasil registrou um número recorde de IED (US$ 66,7 bilhões), sendo o principal destino em termos de valor da América Latina e do Caribe.

O interesse dos estrangeiros pelo País, de acordo com o documento, se deve à estabilidade da economia, ao mercado doméstico crescente e às reservas de recursos naturais ainda inexploradas. Também os eventos esportivos previstos para 2014 e 2016 - Copa do Mundo de Futebol e Jogos Olímpicos - irão contribuir para o desenvolvimento da infraestrutura e "agirão como um catalisador para atrair ainda mais investimentos para o País", segundo o chairman e CEO da Ernst & Young global, Jim Turley, em nota distribuída nesta sexta-feira à imprensa.

De acordo com a consultoria, a tendência de longo prazo de investimento é ascendente no Brasil. No primeiro trimestre de 2012, porém, houve uma queda significativa de recursos que entraram no País. Foram US$ 5 bilhões ante US$ 23 bilhões em igual trimestre do ano passado.

A pesquisa aponta, no entanto, que há escassez de talentos no mercado, o que tem representado um alto custo trabalhista no País em comparação com outros mercados emergentes. Quando perguntados sobre o que poderia aumentar a atratividade da economia nacional, quase um terço dos entrevistados responderam o desenvolvimento da educação e de habilidades para a força de trabalho.

adblock ativo

Publicações relacionadas