Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > MUNDO
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
29/05/2024 às 16:48 - há XX semanas | Autor: AFP

GUERRA

Dua Lipa e celebridades de Hollywood se levantam por Gaza

Cantora denuncia 'genocídio' em Gaza no Instagram e pede solidariedade

Imagem ilustrativa da imagem Dua Lipa e celebridades de Hollywood se levantam por Gaza
-

A cantora pop anglo-albanesa Dua Lipa chamou a ofensiva feita por Israel em Gaza de "genocídio" e pediu para que seus 88 milhões de seguidores no Instagram "mostrem solidariedade" com os habitantes do território palestino.

"Queimar crianças vivas não tem justificativa. O mundo inteiro está se mobilizando para acabar com o genocídio" em Gaza, escreveu, nesta terça-feira (29), a cantora de 28 anos, em um story no Instagram. A publicação levou a hashtag "#AllEyesOnRafah" (Todos os olhos em Gaza, em tradução livre), que viralizou nas redes sociais.

O ator americano Pedro Pascal e a modelo Bella Hadid também publicaram mensagens de apoio a Gaza, usando a campanha "Todos os olhos em Gaza", lançada por usuários do Instagram.

>>Lula remove embaixador brasileiro de Israel e transfere para Suíça

>>Israel segue atacando Gaza, mesmo após decisão de tribunal da ONU

Dua Lipa assumiu anos atrás a defesa da causa Palestina.

Em 2021, um grupo judeu chamado de World Values Network classificou Dua Lipa, e as irmãs Bella e Gigi Hadid, como antissemitas, em uma declaração dada ao jornal The New York Times.

A cantora rebateu as acusações afirmando que elas eram "falsas e espantosas".

Em janeiro, a cantora defendeu um "cessar-fogo humanitário", em uma entrevista com a revista Rolling Stone. Anteriormente, Dua Lipa também assinou uma carta aberta ao presidente americano, Joe Biden, pedindo "o fim dos bombardeios de Gaza e a liberação segura dos reféns" sequestrados em Israel pelo Hamas.

As críticas a Israel se intensificaram depois do bombardeio ocorrido, no último domingo, em um campo de refugiados em Rafah, no sul de Gaza, que deixou 45 mortos, segundo o Ministério da Saúde do território palestino, governado pelo grupo islamista Hamas.

O conflito foi iniciado em 7 de outubro, quando integrantes do Hamas mataram 1.189 pessoas, em sua maioria civis, no sul de Israel, segundo um balanço da AFP, baseado em dados oficiais israelenses.

Os milicianos também sequestraram 252 pessoas. Israel afirma que 121 permanecem sequestrados em Gaza, dos quais 37 teriam sido mortas.

Em resposta, Israel fez ofensivas aéreas e também terrestres contra Gaza, deixando 36.172 mortos até o momento, em sua grande maioria civis, segundo o Ministério de Saúde comandado pelo Hamas.

Assuntos relacionados

celebridades conflito internacional direitos humanos Oriente Médio

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

celebridades conflito internacional direitos humanos Oriente Médio

Cidadão Repórter

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

celebridades conflito internacional direitos humanos Oriente Médio

Publicações Relacionadas

A tarde play
Play

Foguete cai após ser lançado acidentalmente na China

Play

Bombou! Jovem da BA viraliza no Chile ao tirar foto de biquíni na neve

Play

Biden “trava” em debate com Trump e aliados pedem troca de candidato

Play

Fotógrafo brasileiro expõe ação de batedores de carteira em Paris

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA