Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > política > BAHIA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
27/12/2023 às 7:02 • Atualizada em 08/03/2024 às 6:54 - há XX semanas | Autor: Flávia Requião

DOE

Governo publica licitação para construção do VLT de Salvador

Documento detalha que o veículo fará o trajeto entre Ilha de São João, Calçada, Paripe, Águas Claras e Piatã

O projeto, que terá um custo superior a R$ 3,6 bilhões, já havia sido antecipado pelo A TARDE em agosto
O projeto, que terá um custo superior a R$ 3,6 bilhões, já havia sido antecipado pelo A TARDE em agosto -

O governo da Bahia publicou na manhã desta quarta-feira, 27, a licitação para a construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Salvador e Região Metropolitana. A informação, que já tinha sido anunciada na terça-feira, 26, pelo governador Jerônimo Rodrigues (PT), foi divulgada no Diário Oficial do Estado (DOE).

O documento detalha que o veículo fará o trajeto entre os trechos Ilha de São João - Calçada, Paripe - Águas Claras e Águas Claras - Piatã, como adiantado pelo Portal A TARDE.

Em trecho no DOE ainda indica a criação de uma Comissão Especial de Licitação, para conduzir os trabalhos necessários à realização do processo licitatório relativo à Contratação Integrada de empresa para a implantação do VLT.

O projeto, que terá um custo superior a R$ 3,6 bilhões, já havia sido antecipado pelo A TARDE em agosto, com poucas alterações realizadas pela gestão estadual nos últimos meses.

As obras serão divididas em três partes. Na primeira, a ideia é ligar a região de Ilha de São João, em Simões Filho, ao bairro da Calçada, em Salvador, passando por todo o Subúrbio Ferroviário. O trecho foi priorizado porque o governo do estado entende que tem uma dívida com a população suburbana, devido à desativação do trem em fevereiro de 2021.

O segundo eixo do projeto sairá de Paripe em direção ao bairro de Águas Claras, se conectando com o metrô de Salvador e a nova Rodoviária da capital, através da Estrada do Derba. O trecho terá 9,2 km e deve ser construído a um custo de R$ 1,2 bilhão.

A terceira e última parte do VLT de Salvador percorrerá as avenidas 29 de Março e Orlando Gomes, ligando Águas Claras ao bairro de Piatã, na Orla Atlântica de Salvador. Serão 10,52 km de percurso, com um investimento de R$ 878 milhões.

Ao todo, o sistema de VLT da capital baiana terá a Estação da Calçada e mais 34 paradas, sendo 17 no primeiro trecho, oito no segundo e nove no terceiro.

Assuntos relacionados

Diário Oficial do Estado Doe Jerônimo Rodrigues Salvador Veículo Leve sobre Trilhos VLT VLT de Salvador

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

Diário Oficial do Estado Doe Jerônimo Rodrigues Salvador Veículo Leve sobre Trilhos VLT VLT de Salvador

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

Diário Oficial do Estado Doe Jerônimo Rodrigues Salvador Veículo Leve sobre Trilhos VLT VLT de Salvador

Publicações Relacionadas

A tarde play
O projeto, que terá um custo superior a R$ 3,6 bilhões, já havia sido antecipado pelo A TARDE em agosto
Play

Cresce incômodo de Jerônimo com consórcio da Ponte Salvador-Itaparica

O projeto, que terá um custo superior a R$ 3,6 bilhões, já havia sido antecipado pelo A TARDE em agosto
Play

Jerônimo Rodrigues assina acordo de compra dos trens do VLT

O projeto, que terá um custo superior a R$ 3,6 bilhões, já havia sido antecipado pelo A TARDE em agosto
Play

Pan American Energy inaugura Complexo Eólico Novo Horizonte

O projeto, que terá um custo superior a R$ 3,6 bilhões, já havia sido antecipado pelo A TARDE em agosto
Play

Lula chega ao 2 de Julho para desfile com Jerônimo e aliados

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA