Suíca vota a favor de empréstimo de Bruno Reis e expõe racha no PT | A TARDE
Atarde > Política > Bahia

Suíca vota a favor de empréstimo de Bruno Reis e expõe racha no PT

Parlamentares analisaram e aprovaram pedido de empréstimo de R$ 300 milhões na CCJ e Orçamento da Câmara

Publicado terça-feira, 15 de agosto de 2023 às 07:42 h | Atualizado em 15/08/2023, 07:50 | Autor: Eduardo Dias
Vereadores Suíca e Marta Rodrigues no Plenário Cosme de Farias
Vereadores Suíca e Marta Rodrigues no Plenário Cosme de Farias -

Após pedir vista ao projeto de operação de crédito de R$ 300 milhões enviado pela Prefeitura de Salvador à Câmara Municipal de Salvador (CMS), o vereador Luiz Carlos Suíca (PT) votou a favor da medida na reunião conjunta das comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Finanças e Orçamento, contrariando a colega de partido, Marta Rodrigues (PT), que também havia pedido vistas. O projeto foi aprovado nas duas comissões e deve ir à plenário para votação. 

Suíca, inclusive, foi à tribuna da Câmara na segunda-feira, 14, defender o voto favorável ao empréstimo alegando acreditar que o pedido estava dentro da conformidade da Casa. O vereador é membro da CCJ. A atitude foi vista dentro da CMS como um indício de "racha" dentro do PT. 

Marta, que já foi líder da bancada de oposição, e é titular do colegiado de Finanças e Orçamento, foi umas das principais críticas ao pedido de empréstimo feito pelo prefeito Bruno Reis (UB). A vereadora cobrava mais transparência ao projeto. 

Na semana passada, Marta havia solicitado à secretária da Fazenda, Giovanna Victer, que enviasse "um relatório sobre os impactos" da destinação do montante à Receita municipal.

Giovanna, inclusive, foi à CMS esclarecer pontos de dúvidas dos vereadores sobre o pedido feito pela prefeitura. 

Com o parecer aprovado nos colegiados, o projeto de lei nº 189/2023 será posto em votação na Casa Legislativa. A data, contudo, segue indefinida. Ao Portal A TARDE, o presidente da CMS, Carlos Muniz (PSDB), ressaltou que a definição da data depende do diálogo com os blocos da oposição, do governo e dos independentes na Casa. 

"Vou ouvir a oposição, a base do prefeito, os independentes e o professor Edvaldo Brito (PSD) para depois tomar uma decisão", disse Muniz.

Confiante na aprovação do empréstimo pela CMS, o prefeito Bruno Reis falo usobre o pedido na segunda. "Tenho certeza que a Câmara irá aprovar, até porque já aprovou no passado. E quem sabe a gente possa ter o apoio da oposição para essa iniciativa, que é positiva para a cidade”, disse.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS