Téo Senna rejeita mais um projeto de Átila do Congo na CCJ | A TARDE
Atarde > política > Bahia

Téo Senna rejeita mais um projeto de Átila do Congo na CCJ

"Em nada vai contribuir com a Segurança Pública", diz a justificativa para o veto

Publicado sexta-feira, 29 de setembro de 2023 às 16:38 h | Atualizado em 29/09/2023, 17:15 | Autor: Da Redação
Vereadores Téo Senna (à esquerda) e Átila do Congo (à direita)
Vereadores Téo Senna (à esquerda) e Átila do Congo (à direita) -

O vereador Téo Senna (PSDB), membro da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJ), rejeitou mais um projeto de autoria do colega Átila do Congo (Patriota). A medida foi publicada no Diário Oficial do Legislativo (DOL) desta sexta-feira, 29.

O PL rejeitado desta vez, é o de nº 119/2023, que dispõe sobre a proibição de radares de velocidade em áreas de risco e de violência. Além de impor a retirada dos equipamentos que, porventura, estejam em funcionamento nos locais.

Na justificativa sobre o voto de rejeição, o tucano, que é relator da proposta, afirmou que o projeto apresentado pelo Patriota “em nada vai contribuir com a Segurança Pública retirar radares de velocidade de localidades consideradas de risco, ao passo que será uma fragrante renúncia de receita para o Erário Municipal.”

Téo Senna e Átila do Congo já protagonizaram uma briga na Câmara Municipal de Salvador (CMS) devido a um veto de PL. O embate entre os vereadores resultou em uma advertência ao Patriota, emitida pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

Os vetos impedem que a proposta seja apreciada em plenário pelos demais vereadores. Além deste, Téo também optou por rejeitar as propostas de outros parlamentares como Cátia Rodrigues (União Brasil) e Silvio Humberto (PSB).

Publicações relacionadas