João Roma participa de eventos em Vitória da Conquista, Iaçu e Itabuna

O pré-candidato vai se encontrar com empresários e aliados do movimento "Vou com Roma"

Publicado sexta-feira, 15 de julho de 2022 às 12:07 h | Atualizado em 15/07/2022, 12:21 | Autor: Da Redação
pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL)
pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL) -

O pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), participa nesta sexta-feira, 15, de evento do Movimento de Ações Sociais de Iaçu (MASI), onde também se reúne com lideranças políticas da cidade. 

Em encontro com a sociedade civil conquistense, o pré-candidato do PL ouviu as demandas da região nas áreas de segurança pública e infraestrutura, dentre outras, e enfatizou a necessidade de ações urgentes para resolver os principais gargalos para o desenvolvimento da região e da Bahia. 

"Ou a gente se mobiliza para que essas coisas possam avançar na Bahia ou não iremos para lugar nenhum", disse Roma durante o encontro na sede da seccional da OAB-BA.

João Roma ouviu dos participantes do encontro a necessidade da tomada de providências para a solução do problema da violência que, inclusive, vitima policiais. O pré-candidato do PL, em resposta, criticou a transferência de responsabilidade praticada pelo governador Rui Costa (PT).

"Em todo o Brasil, a violência tem diminuído, assim como os crimes violentos, mas na Bahia tem aumentado. Não cola essa terceirização de responsabilidade de Rui Costa. A postura tem que mudar. É preciso encarar de frente o problema e não dar vida boa a bandidos na Bahia”, disse Roma, ressaltando a necessidade de respaldo para a atuação dos policiais civis e militares no estado. 

João Roma ainda comentou a demanda de Vitória da Conquista sobre a duplicação da BR-116. O pré-candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro disse que o investimento em infraestrutura é fundamental para alavancar a economia da região, que também padece com deficiência no abastecimento de água e falhas no fornecimento de energia elétricas para as indústrias da região. 

"Não queremos somente duplicar rodovias, mas o PIB do Sudoeste baiano", exclamou Roma, reiterando que o investimento nesses setores de suporte à produção deve ser imediato.

O ex-ministro da Cidadania destacou que esses gargalos à produção são criados, não por falta de recursos, mas pela existência de práticas políticas que põem o interesse imediato do cidadão abaixo de interesses particulares ou de grupos poderosos. "Somos vítimas de uma política mais que atrasada, uma política do século passado, que é marcada por 'toma lá, dá cá', empreguismo e perseguição”.

Publicações relacionadas