Conheça os responsáveis pela onda de homicídios na Bahia | A TARDE
Atarde > bahia > Salvador

Conheça os responsáveis pela onda de homicídios na Bahia

Criminosos são alvos de megaoperação da SSP em Salvador e no interior

Publicado quarta-feira, 08 de março de 2023 às 16:34 h | Atualizado em 10/03/2023, 09:37 | Autor: Da Redação
Criminosos, custodiados em Salvador, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Itabuna, Eunápolis e Jequié continuavam comandando o crime fora das unidades prisionais
Criminosos, custodiados em Salvador, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Itabuna, Eunápolis e Jequié continuavam comandando o crime fora das unidades prisionais -

Vinte e quatro detentos foram transferidos para unidades de segurança máxima durante uma megaoperação da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), em conjunto com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), na manhã desta quarta-feira, 8. A medida se deu para dificultar a comunicação entre eles e integrantes de facções criminosas que seriam responsáveis por vários homicídios cometidos nos últimos meses em Salvador e interior do estado.

A lista é recheada de lideranças do tráfico de drogas. Segundo as informações obtidas pelo Portal A Tarde, ao todo, seriam pelo menos cinco organizações do crime. Sendo que três com atuações na capital baiana e duas pelo interior. 

Entre os 'chefões do crime', está Antônio Caíque Santos Correia, conhecido apenas por Caíque. Ele é responsável por orquestrar dezenas de homicídios em Salvador e no interior da Bahia.

Além de Caíque, o fundador de uma facção Fagner Souza da Silva, conhecido como Fau, também foi transferido. Evanildo Mascarenhas, o 'Parma', Diego Augusto Souza do Carmo, o 'gordo', Fábio Santos Possidônio e Luiz Antônio Santos Possidônio foram outros alvos da megaoperação que tem o objetivo de combater o crime organizado dentro dos presídios. 

Segundo a  SSP-BA, os criminosos, custodiados em Salvador, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Itabuna, Eunápolis e Jequié continuavam comandando o crime fora das unidades prisionais.

Entre os ataques orquestrado de dentro das celas, está o da última sexta-feira, 3, em Tancredo Neves, quando dez pessoas foram baleadas, sendo que três delas eram crianças. Na manhã de segunda, 8, um corpo foi encontrado nas proximidades da Delegacia Territorial do bairro. A vítima estava com as mãos amarradas e marcas de tiros.

Já na Ribeira, na sexta, três pessoas foram mortas graças as ordens que partiram de dentro da prisão.

"Esses elementos foram identificados como pessoas de influência e de liderança dentro dos presídios. Através de investigações, verificou-se que eles eram responsáveis por dar ordens para a realização de ações nas ruas. Por isso houve o pedido da Polícia Civil para que houvesse a transferência deles para outros locais, que seriam de segurança e que houvesse a dificuldade na comunicação", disse o secretário de Segurança Pública da Bahia, Marcelo Werner. 

Porém, a influência desses bandidos não se restringe ao interior de 'suas' prisões, nem ao 'mundo exterior'. Em janeiro deste ano três detentos de um presídio de Feira de Santana foram executados e forma Bárbara. Alguns foram até decapitados. A ação resultou em um onda de violência na cidade. Para se ter ideia, o número de homicídios na cidade cresceu 37,5%, no mês de janeiro, se comparado ao mesmo período do ano anterior. Subindo de 24 para 33. 

"Infelizmente, mostra como eles conseguem ter esse domínio mesmo estando dentro dos presídios. Eles conseguem fazer com que as pessoas que trabalham nessas facções criminosas cumpram a determinação que lhes é passada", explicou a 

Para conter o crime organizado, a Polícia Civil já realizou ações pontuais em Jequié, Feira de Santana e Santo Antônio de Jesus. Outras operações serão realizadas em outros municípios da Bahia. 

‘Chefões' do crime

Fagner Souza da Silva, o Fau
Fagner Souza da Silva, o Fau |  Foto: Reprodução
  
Evanildo Mascarenhas, o Parma
Evanildo Mascarenhas, o Parma |  Foto: Reprodução
  
Antônio Caíque Santos Correia
Antônio Caíque Santos Correia |  Foto: Reprodução
  
Diego Augusto Souza do Carmo, o Gordo
Diego Augusto Souza do Carmo, o Gordo |  Foto: Reprodução
  
Fábio Santos Possidônio
Fábio Santos Possidônio |  Foto: Reprodução
  
Luiz Antônio Santos Possidônio
Luiz Antônio Santos Possidônio |  Foto: Reprodução
 

Publicações relacionadas