Projeto Minha Cor reduz desigualdade

Publicado sexta-feira, 25 de março de 2022 às 06:03 h | Atualizado em 24/03/2022, 22:02 | Autor: Da Redação, com Miriam Hermes | [email protected]
A rede Linkedin já dispõe de uma corporação virtual, a Minha Cor S.A., aberta a participação das mulheres durante 10 anos
A rede Linkedin já dispõe de uma corporação virtual, a Minha Cor S.A., aberta a participação das mulheres durante 10 anos -

O debate sobre a desigualdade ganhou mais força, a partir de uma perspectiva étnica, com a divulgação de dados de uma pesquisa na qual mulheres negras levariam 10 anos mais em relação a outros tons de pele para ocupar cargos de liderança.

O comparativo foi divulgado pela consultoria em Recursos Humanos EmpregueAfro, ao verificar os cadastros de profissionais em atividade no mercado de trabalho.

Em busca de reparação para as dificuldades enfrentadas pela mão de obra feminina e negra, a rede Linkedin já dispõe de uma corporação virtual, a Minha Cor S.A., aberta a participação das mulheres durante 10 anos, o mesmo período estimado para a progressão das profissionais nas mais diversas carreiras.

- A ideia da Minha Cor S.A. surgiu para ajudar a encontrar talentos, especialmente mulheres negras. Sabemos que ainda há uma longa caminhada para a inclusão no mercado de trabalho e queremos contribuir", explica Daniella Moura, diretora de Recursos Humanos na Avon Brasil, empresa gestora do projeto.

Para incluir o selo e o certificado ao currículo pessoal ou portfólio, a trabalhadora deve buscar pelo perfil da Minha Cor S.A. e clicar em Saiba Mais a fim de seguir o passo a passo para o cadastramento.

Com este procedimento, a profissional ficará mais acessível para os recrutadores, ao facilitar a identificação em processos seletivos com esta proposta de justiça reparadora a fim de reduzir a desigualdade na contratação ainda preferencial para homens brancos.

O prazo de validade do certificado é até 2030, quando a direção da Avon anuncia cumprir a meta de ter 30% de mulheres negras na liderança e 50% de profissionais negros em todo o quadro de colaboradores.

Não precisa interrogar a Wal [a ex-assessora] não, e nem a mim. Eu estou confessando: ela nunca esteve em Brasília. É verdade. Ela tomou posse por procuração. (...) Ela mora num distrito de Angra dos Reis Jair Bolsonaro, presidente, admitindo caso de funcionária fantasma em seu mandato de deputado,
 

Metaverso no Senai Cimatec

O Centro Universitário Senai Cimatec estreou o metaverso, instrumento capaz de ampliar as impressões obtidas e compartilhadas a partir de um ambiente virtual nos cursos de graduação em engenharia de produção e automotiva, além do doutorado em gestão e tecnologia industrial. A estreia da didática no nível superior e de pós-graduação foi idealizada pela professora Ingrid Winkler, líder do Grupo de Pesquisa Realidade Virtual e Realidade Aumentada para inovação na Indústria, Saúde e Educação e coordenadora do mestrado e doutorado em Gestão e Tecnologia Industrial.   Para ela, o novo ambiente pode trazer ganhos para o avanço das pesquisas em desenvolvimento de produtos, além de abrir opções de entretenimento e manifestações culturais.

POUCAS & BOAS

Termina hoje a votação aberta ao público para escolher os ganhadores do Prêmio Personalidade do Ano do Setor Mineral, promovida revista Brasil Mineral, que indicou três nomes relevantes do cenário brasileiro do setor em várias categorias. Em uma das disputas que interessam a Bahia, o CEO da Largo Vanádio de Maracás, Paulo Minsk e o CEO da Bamin, Eduardo Ledsham, concorrem na categoria Gestão Empresarial com Ricardo Carvalho (CEO da Companhia Brasileira de Alumínio). Para votar acesse personalidadesdoano/brasilmineral. 

Agricultores familiares de Itabuna começaram ontem a receber sementes de milho e de hortaliças em evento realizado na União dos Servidores Municipais (Usemi), seguindo uma tradição deste segmento fazer as roças anuais depois do dia de São José, festejado na semana passada. Com a presença de diversas lideranças, representando associações que englobam cerca de 400 pequenos produtores, a iniciativa visa atingir famílias de menor poder aquisitivo, muitos atingidos pelas chuvas entre dezembro e janeiro deste ano, que não têm condições de comprar as sementes neste momento.

Em Juazeiro começa hoje o Fórum Municipal de Cultura, no Centro Cultural João Gilberto, a partir das 19h. Aberto à comunidade, o evento reúne representantes das artes visuais, plásticas, do artesanato, literatura, artes cênicas, música, audiovisual, dança, entre outras expressões de arte. As atividades terminam amanhã, contemplando discussões da ampla diversidade cultural do município ribeirinho do São Francisco.

Publicações relacionadas