adblock ativo

Globo grava minissérie no Acre com apoio do governo

Publicado terça-feira, 04 de julho de 2006 às 00:00 h | Atualizado em 04/07/2006, 00:00 | Autor: Agencia Estado
adblock ativo

O governo do Acre e a Rede Globo são parceiros na produção da minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, prevista para janeiro de 2007. No fim de agosto, 150 profissionais da casa ( 40 atores) viajam para a região Norte, para uma temporada de 70 dias entre Manaus e Rio Branco, onde serão construídas duas cidades cenográficas. A da capital do Acre será paga pelo Estado e pela prefeitura, pois após as gravações, vai virar o parque temático Cidade Galvez. Além disso, a rede hoteleira entra com apoio para toda a equipe.

A minissérie, escrita por Glória Peres (que é acreana) e dirigida por Marcos Schechtman conta a história do Acre desde a sua anexação ao Brasil (antes era território boliviano) ao assassinato de Chico Mendes.

Anteontem, acreanos ilustres, como o músico João Donato e o jornalista Armando Nogueira, os filhos do líder seringueiro Chico Mendes, Sandino e Elenira, compareceram ao Projac para o seminário de preparação da minissérie. O jornalista Zuenir Ventura, o primeiro a entrevistar o líder seringueiro, também esteve no Projac. A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, foi na véspera, devido a problemas de agenda. Além deles, três moradores de lá, Lupércio Freire Maia, Marta Pinto e Aldenor Souza contaram como é a vida lá. Donato vai compor temas para a trilha sonora que terá também Paulo Sérgio Vale.

Elenco em Três Fases - "A minissérie terá três fases: o apogeu da borracha, quando o Estado foi anexado; os anos 40, quando a economia local, que havia decaído, sofre outro período de tímido renascimento, e os dias de Chico Mendes, que une índios e seringueiros na luta pela preservação da floresta", falou a autora. "A primeira e a terceira são baseadas em fatos reais e a segunda será ficional."

Na platéia, Alexandre Borges (que será Plácido de Castro, que anexou o Estado), Júlia Lemmertz, Juca de Oliveira (como José de Castro), Cássio Gabus Mendes (como Chico Mendes), Irene Ravache, Christiane Torloni, Débora Bloch, Letícia Spiller, Giovanna Antonelli, Sílvia Buarque, Paulo Goulart, Leona Cavalli e mais uma centena de atores que estarão nas três fases da minissérie, prevista para durar três meses. José Wilker viverá Galvez, que chegou a decretar a independência do Estado na belle époque, mas não compareceu ao encontro. Alguns atores, como Irene Ravache e Déborah Bloch, serão a mesma personagem em épocas distintas.

adblock ativo

Publicações relacionadas