adblock ativo

Brasil vence Holanda e avança no Mundial de Vôlei

Publicado domingo, 31 de outubro de 2010 às 08:30 h | Atualizado em 31/10/2010, 08:30 | Autor: Agência Estado
adblock ativo

Na sua melhor atuação no Mundial de Vôlei, a seleção brasileira feminina se impôs diante da Holanda e venceu por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/18 e 25/14, neste domingo, em Hamamatsu, no Japão. Com o resultado, o Brasil garantiu a classificação antecipada para a segunda fase do torneio.

Líder do Grupo B com seis pontos e três vitórias, a seleção brasileira volta a jogar na terça-feira, às 2h30 (horário de Brasília), contra Porto Rico, em partida válida pela quarta rodada do Mundial de Vôlei.

A seleção apresentou evolução em relação ao desempenho dos dois primeiros jogos, quando venceu Quênia, por 3 sets a 0, e República Checa, por 3 sets a 2, mas sem apresentar bom desempenho. Dessa vez, o passe, o bloqueio e o ataque funcionaram bem e levaram o Brasil ao triunfo com facilidade. Sheilla foi a principal pontuadora, com 13 acertos.

A equipe se impôs desde o começo do primeiro set, com a levantadora Fabíola escalada na vaga de Dani Lins. Foi ao primeiro tempo técnico com uma vantagem de cinco pontos (8 a 3) e sempre se manteve à frente do placar. A seleção brasileira ainda se irritou com marcações polêmicas da arbitragem, mas fechou a parcial em 25/19, com um ponto de Thaísa.

Com jogadas de velocidade no ataque, o Brasil continuou com o domínio da partida no segundo set, vencido por 25/18, com um ponto de Natália. A situação se manteve no terceiro set, que foi o mais fácil da partida. A seleção brasileira abriu vantagem confortável logo no primeiro tempo técnico (8/3). Assim, fechou a partida com um ponto de Sheilla, vencendo a terceira parcial por 25/14.

RODADA - No Grupo A, Sérvia e Japão mantiveram a campanha perfeita e obtiveram o terceiro triunfo no Mundial de Vôlei. As sérvias venceram o Peru por 3 sets a 1, com parciais de 25/21, 16/21, 25/21 e 25/18. Já as japonesas bateram a Argélia por 3 sets a 0 (25/18, 25/7 e 25/14). No outro jogo da chave, a Polônia derrotou a Costa Rica por 3 a 0 (25/14, 25/12 e 25/15).

A Itália também conseguiu a sua terceira vitória no Grupo B ao superarem o Quênia por 3 sets a 0, com parciais de 25/9, 25/7 e 35/21. A República Checa bateu Porto Rico por 3 a 0 (25/14, 25/14 e 25/17).

Em partida que valeu a liderança do Grupo C, disputado em Matsumoto, os Estados Unidos derrotaram a Alemanha por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 26/24 e 25/17, e soma três vitórias. No outros jogos da chave, Cuba bateu o Casaquistão por 3 sets a 2 (20/25, 25/15, 27/25, 23/25 e 15/10) e a Tailândia derrotou a Croácia por 3 a 0(25/15, 25/14 e 25/17).

Rússia e Coreia do Sul mantiveram a invencibilidade no Grupo D, em Osaka. As russas bateram o Canadá por 3 sets a 0, com parciais de 25/13, 25/16 e 25/21, e as sul-coreanas venceram a China por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/23 e 25/23. Já a Turquia superou a República Dominicana por 3 a 2 (25/20, 25/14, 23/25, 23/25 e 17/15).

adblock ativo

Publicações relacionadas