adblock ativo

CBF decide liberar diálogos do árbitro com VAR em jogos do Brasileirão

Publicado às | Atualizado em 06/12/2021, 15:37 | Autor: Da Redação
A novidade valerá a partir da 31ª rodada do Brasileirão da Série A, prevista para o dia 10 de novembro | Foto: Lucas Figueiredo | CBF
A novidade valerá a partir da 31ª rodada do Brasileirão da Série A, prevista para o dia 10 de novembro | Foto: Lucas Figueiredo | CBF -
adblock ativo

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu liberar os áudios com os diálogos do juiz de campo com o árbitro de vídeo (VAR). A novidade valerá a partir da 31ª rodada do Brasileirão da Série A, prevista para o dia 10 de novembro. A informação foi publicada pelo GE.

Com a decisão, o intuito da CBF é passar mais transparência aos torcedores e dirigentes acerca das decisões do VAR. Desde 2019, por exemplo, a Conmebol divulga os diálogos nas partidas válidas por Libertadores, Sul-Americana e Eliminatórias. A entidade de futebol sul-americano libera os áudios nos dias seguintes aos jogos.

Integrantes da Comissão de Arbitragem já se reuniram para definir o protocolo de divulgação dos áudios.

A medida fica a cargo do ex-presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF) e atual presidente interino da CBF, Ednaldo Rodrigues, que substitui Rogério Caboclo, afastado do comando da entidade por 21 meses após acusações de assédio moral e assédio sexual. O cartola nega as acusações.

A tecnologia de arbitragem passou a ser utilizado em competições nacionais em 2018. No entanto, a veiculação das conversas entre os árbitros de campo e vídeo não eram divulgadas pela CBF. A entidade somente abria exceções aos dirigentes dos clubes e mostrava em ambientes privados ou reuniões em caso de lances polêmicos.

Segundo a entidade máxima do futebol nacional, a recusa nas divulgações seguia determinação da Fifa. Em fevereiro do ano passado, a International Football Association Board (Ifab) proibiu a divulgação de conversas entre árbitros, assistentes e operadores do VAR durante as partidas.

A Ifab argumenta que quem divulgar os diálogos estará agindo "em descumprimento com o protocolo do VAR como definido nas Regras do Jogo". No entanto, em outras oportunidades, a própria Fifa já havia divulgado áudios do árbitro de vídeo.

adblock ativo

Publicações relacionadas