Ex-atacante da Ponte Preta, Lucas Pereira morre de covid aos 39 anos

Publicado domingo, 20 de junho de 2021 às 11:47 h | Atualizado em 20/06/2021, 11:57 | Autor: Da Redação

O ex-atacante da Ponte Preta Lucas Pereira, de 39 anos, morreu na madrugada deste domingo, 20, em decorrência da Covid-19. Lucas foi revelado na categoria de base do time de Campinas.

O atleta foi o autor do segundo gol da Macaca no histórico dérbi de 2002, no qual a Ponte venceu o Guarani de virada por 4 a 2 na casa do bugre e encerrou um jejum de 15 anos. Ele era, também, o principal responsável pela vinda do meia senegalês Papa Faye para a Ponte Preta.

O projeto pelo qual Lucas trouxe Papa Faye é o Ginga Foot, que atende jovens atletas de países africanos, como Costa do Marfim, Senegal e Camarões, e oferece oportunidade de intercâmbio em clubes do mundo. Na época, o e-atacante ressaltou que era um prazer para ele colocar um atleta na Ponte Preta, clube que o o formou "como atleta e cidadão."

Sobre o jogador, Papa Faya chamou Lucas de "irmão" e "pai". "Não tenho palavras, só orar para você. Você foi um amigo, um irmão, um conselheiro, um pai. Acreditava em mim, sempre apoiando e torcendo. Uma pessoa disponível para todo mundo e que se sacrificava pela alegria dos outros. Uma pessoa com grande coração. Não sou o único que te perde. Rest in peace (descanse em paz), Lukão", escreveu no Instagram.

Ponte Preta

O presidente da Ponte Preta, Sebastião Arcanjo, disse que Lucas foi uma "cria da Ponte Preta e , como jogador, foi um dos responsáveis pela virada histórica e inesquecível". Arcanjo disse ainda que Lucas era uma pessoa muito boa, envolvida com projetos sociais como o que trouxe Papa para Campinas.

"Se foi muito jovem, infelizmente, lamentamos imensamente esta perda", disse o presidente.

Ainda não há informações sobre o velório e enterro de Lucas Pereira.

Publicações relacionadas