adblock ativo

Lutador baiano critica declarações de presidente do UFC

Publicado quinta-feira, 07 de julho de 2011 às 19:29 h | Atualizado em 07/07/2011, 19:39 | Autor: Da Redação
adblock ativo

O lutador baiano Rodrigo “Minotauro” Nogueira, um dos maiores atletas de MMA (também conhecido como vale-tudo), disparou críticas aos comentários de Dana White, presidente do Ultimate Fighting Championship – principal evento da modalidade.

White declarou que o também brasileiro Wanderlei Silva deveria se aposentar após a rápida derrota para Chris Leben, no sábado, 2, pelo UFC 132, em Las Vegas. A luta, que demorou apenas 30 segundos, acabou com um nocaute aplicado pelo atleta americano.

“Acho que ele é infeliz nos comentários dele. São ícones do esporte, ele não é o Deus que decide a carreira de todo mundo”, disse Minotauro.

O presidente do UFC, nada alheio à polêmicas, já “aposentou” outros lutadores, inclusive compatriotas como Chuck Liddell e Tito Ortiz, além do croata Mirko “Cro Cop”.

“Adorei que o Tito Ortiz venceu sua última luta. Você vê que a galera não foi campeã à toa. Ortiz, Wanderlei e Fedor [Emelianenko, lutador russo] foram “tops” por algum motivo. Mas o Dana White não pode decidir isso, ele vai ter que engolir o Tito Ortiz”, continuou Rodrigo.

Minotauro refere-se à última luta de Ortiz, também pelo UFC 132, quando o veterano venceu Ryan Bader, mais jovem e considerado um dos lutadores com maior potencial na modalidade. Tito conseguiu aplicar uma guilhotina ainda no primeiro round.

Próximos desafios – No momento, Rodrigo treina para seu próximo combate, que acontecerá no UFC 134, realizado no Rio de Janeiro, no dia 27 de agosto. Minotauro enfrentará o americano Brendan Schaub, sete anos mais novo.

No último desafio, Minotauro foi derrotado pelo atual campeão dos pesos-pesados, Cain Velasquez, pelo UFC 110. O cartel do lutador baiano é de 32 vitórias, seis derrotas, um empate e uma luta sem resultado definido.

adblock ativo

Publicações relacionadas