adblock ativo

Mercedes reforça equipe técnica com Lowe, ex-McLaren

Publicado segunda-feira, 20 de maio de 2013 às 08:57 h | Atualizado em 19/11/2021, 05:20 | Autor: Agência Estado
adblock ativo

A Mercedes anunciou nesta segunda-feira mais uma mudança em sua diretoria. A equipe da Fórmula 1 contratou Paddy Lowe, ex-diretor técnico da McLaren, para trabalhar ao lado do chefe Ross Brawn.

Lowe iniciará seu trabalho na Mercedes como diretor executivo, no dia 3 de junho. Ele vai se concentrar em assuntos técnicos e não vai se sobrepor ao chefe de equipe, contrariando rumores de que Brawn estaria de saída. "Brawn manterá total responsabilidade pelos assuntos técnicos e esportivos", frisou a Mercedes.

Os rumores sobre o futuro de Brawn na equipe começaram no início do ano, quando Toto Wolff se juntou à Mercedes e assumiu a posição de diretor de competições, no lugar de Norbert Haug. Os poderes de Wolff, mais dedicado à parte comercial, aumentaram no time quando Nick Fry, então CEO da equipe, foi dispensado em abril.

A chegada de Lowe deve reduzir sua influência na Mercedes, principalmente na parte técnica. A contratação do reforço foi elogiada por Brawn, para quem o novo diretor executivo vai "fortalecer a equipe". "Estou muito feliz em dar as boas-vindas a Paddy e começar a trabalhar co mele. Ele tem marcas excelentes em sua carreira", elogiou.

Lowe, por sua vez, disse estar satisfeito em se juntar à Mercedes, onde poderá continuar trabalhando com o piloto Lewis Hamilton. "Estou empolgado em me tornar parte deste talentoso time. A equipe já produziu o que parece ser o carro mais rápido desta temporada", comentou.

Na Mercedes, Lowe deverá ter como principal missão liderar a elaboração do carro que entrará nas pistas em 2014, ano em que a Fórmula 1 enfrentará diversas mudanças no regulamento. "Os desafio técnicos do novo regulamento nos darão oportunidade para maximizar sinergias na fábrica", afirmou.

Lowe deixou a McLaren em fevereiro e sua contratação pela Mercedes já era esperada. Foi justamente a negociação com a Mercedes, divulgada com antecipação pela imprensa, que precipitou sua saída. Na época do anúncio, a McLaren afirmava que Lowe iria permanecer na equipe até o fim deste ano, o que não se confirmou com o novo anúncio da Mercedes.

adblock ativo

Publicações relacionadas