Ex-atirador do exército mata quatro pessoas, incluindo um bebê, na Flórida

Publicado segunda-feira, 06 de setembro de 2021 às 12:42 h | Atualizado em 06/09/2021, 12:50 | Autor: AFP

Um ex-atirador do exército dos Estados Unidos abriu fogo no domingo, 5, no centro da Flórida e matou quatro pessoas, incluindo um bebê nos braços de sua mãe, informaram as autoridades locais.

O suspeito, identificado como Bryan Riley, de 33 anos, matou um homem de 40 anos, uma mulher de 33 anos e seu filho de três meses em uma zona residencial do condado de Polk, informou o xerife da localidade, Grady Judd. A quarta vítima foi a avó da criança, de 62 anos.

Riley, que estava com colete à prova de balas completo, também feriu uma menina de 11 anos antes de se entregar à polícia, afirmou Judd.

Riley, veterano das guerras do Iraque e Afeganistão, declarou à polícia que era um "sobrevivente" e que havia consumido metanfetamina.

Judd afirmou ainda que o atirador disse à polícia, sem revelar detalhes: "Vocês sabem por quê eu fiz isto".

Riley ficou ferido no tiroteio e foi levado para um hospital, onde tentou atacar os policiais e foi sedado.

Depois de receber atendimento médico, o atirador foi levado para uma prisão local. A polícia ainda não determinou o que provocou o ataque e segue com a investigação, afirmou Judd.

Publicações relacionadas