adblock ativo

O Carrasco

Publicado segunda-feira, 14 de junho de 2021 às 06:00 h | Atualizado em 13/06/2021, 19:38 | Autor: O Carrasco
Os bastidores do poder baiano passam por aqui | Ilustração: A TARDE
Os bastidores do poder baiano passam por aqui | Ilustração: A TARDE -
adblock ativo

RISCO MAGNÍFICO DE NÃO TER O DIPLOMA DE MÉDICO

Depois que o empresário Gervásio Oliveira entrou no radar da revista Veja e dos noticiários nacionais, informações chegadas a esse Carrasco dão conta de que o grupo FTC e o famoso Magnífico vem vivenciando uma guerra jurídica contra o grupo Pitágoras, do bilionário Walfrido Mares Guia, homem fortíssimo dos governos Lula e Dilma. Essa disputa envolveria centenas de vagas para o curso de medicina nas faculdades do MAG, concedidas, digamos assim, de forma nada republicana. O imbróglio é cascudo e considerando o perfil nebuloso de Gervásio, alunos desses novos cursos de medicina já avaliam, com toda razão, pedir transferência de faculdade. O risco não só desses novos cursos de medicina, mas também das vagas antigas, serem todos cassados pelo MEC ou pela Justiça, tem deixado os alunos de cabelo em pé. A fonte da vida nababesca do Mag vai secar. Seus credores já pensam em averbar os títulos vencidos na matrícula do apartamento recentemente comprado no Rio de Janeiro, se é que ele não vai registrar em nome de laranjas.

COELHO, COELHINHO E COELHÃO

Se tem uma família que é problema quando o assunto é política e corrupção é a do senador Fernando Bezerra Coelho. O Coelhinho, prefeito de Petrolina, já está todo patrulhado pela Polícia Federal por fraudes, inclusive envolvendo uma suposta falsificação da assinatura do ex-prefeito que lhe antecedeu. O Coelho e o Coelhão, deputado Fernando Coelho Filho e seu pai o senador Fernando Bezerra Coelho, respectivamente, foram as manchetes dos principais jornais e sites de notícias. “A Polícia Federal decidiu indiciar o senador Fernando Bezerra (MDB-PE), líder do governo Jair Bolsonaro (sem partido) no Congresso, pelo suposto recebimento de R$ 10,4 milhões em propinas de empreiteiras entre 2012 e 2014, quando foi ministro de Integração Nacional da ex-presidente Dilma Roussef (PT). O filho dele, o deputado Fernando Bezerra Coelho Filho, também foi indiciado”, foi o que disse a CNN Brasil. É muito Coelho para uma cajadada só.

MEU PADRINHO PADRE CÍCERO

O pau quebrou entre o ex-todo poderoso da ALBA, atual deputado federal Marcelo Nilo (PSB), e Cícero Monteiro, que ainda é tido como chefe de gabinete do governador Rui Costa. Ninguém entende como o insosso cidadão, pelo menos do ponto de vista de político e articulista, se mantém como apadrinhado mor do governador. A agenda de Rui, que chegava a deixar parlamentares e prefeitos por mais de cinco horas de espera, tende a piorar. É que agora alguma sumidade entendeu de botar o homem também na presidência do board de conselheiros da Embasa. Nesse novo cargo, Cícero teve seu salário, que não é pequeno, dobrado no governo. Quem teve a coragem de soltar o verbo foi Marcelo Nilo: “No governo Rui Costa tem uma pessoa chamada Cícero Monteiro, que só tem o voto dele, sonha em ser prefeito de Jacobina e não consegue nem viabilizar a candidatura”, vociferou Nilo, dizendo que, na bancada, o campeão de queixas dos parlamentares é o chefe de gabinete de Rui. “Será que o interesse dele na Embasa é porque é funcionário?”, provocou.

PEGOU AR

Bem antes da moda do mandato eletivo compartilhado, o Carrasco já pensava nessa modalidade de compartilhamento redacional. Por isso que ninguém entende que um redator multidisciplinar como ele, assina as informações que lhe são repassadas pelas dezenas de fontes que detém no Jornal A Tarde. Na semana passada tomou conhecimento de que as críticas feitas aqui andam incomodando uma certa promotora da área ambiental, tida por complicada por sempre ser alvejada por quEIXAS de empresários e empreendedores que se dizem perseguidos pela atuação irresponsável, utilizando-se sempre do GAMBÁ, seu fedorento de estimação. O Carrasco não irá se intimidar e assim como disse Rodrigo Janot, quando tentaram lhe acuar, “enquanto houver bambú, vai ter flecha”.

DELAÇÃO FAKE

Muito se noticiou na semana passada, sobre uma possível delação da desembargadora Maria da Graça Osório Pimentel Leal, apenas pelo fato de que teria sido estranha a dispensa de todas as suas testemunhas de defesa arroladas na ação penal 940, a primeira decorrente da operação Faroeste. O advogado da magistrada, ferrenho crítico do instituto da delação, logo veio a público desmentido as notícias dadas pela mídia baiana. Não se desconhece a firme posição do defensor, até porque finalizou o caso que envolveu o ex-ministro Geddel Vieira Lima e seu irmão Lúcio, sem nem cogitar entregar seus colegas do então MDB. O que o Carrasco apurou, entretanto, é que alguns familiares de Graça pensam diferente do advogado e aventam a possibilidade de colaboração considerando que ela responde a outra ação penal também no STJ.

FORA IGH

Enquanto aqui os contratos do Instituto de Gestão e Humanização passam despercebidos e recheados de aditivos, em Minas Gerais a ação dos órgãos fiscalizadores fez o dever de casa e cancelou um contrato de quase R$ 400 milhões. Após acumular uma dívida de R$ 47 milhões, o IGH foi afastado da gestão do Hospital Municipal, do Centro Materno Infantil e das cinco Unidades de Pronto-Atendimento do município (UPAs) da cidade de Contagem, na região metropolitana de BH. Por aqui, a empresa segue garantindo vultosas quantias. Ao Carrasco, já chega a informação que logo-logo estas mordomias do IGH chegam ao fim. Estamos de olho!

URUBU QUANDO TÁ DE AZAR...

A resenha que corre solta em Amargosa é o desespero e as atitudes do prefeito Júlio Pinheiro, que só fica a se lamentar da Covid, se queixa de prejuízos, de tudo e de todos. As lamentações do gestor já foram parar até na imprensa e como se já não bastassem as decisões autoritárias - muito criticadas na cidade, como o fechamento do comércio, o alcaide quer agora impedir a entrada e a saída do povo. Desesperançosos e cismados com o azarento do Júlio, tem gente já anda fazendo promessa para São Rosalvo!

TRAIRAGEM

Não tarda a chegar no Governo do Estado da Bahia o que já circula pelo baixo clero dos associados: os nomes dos líderes da “turma dos combustíveis”. Um deles, dizem que cospe no prato que come, pois tem negócios PRESOS a uma Secretaria. Costumam se reunir na calada da noite com deputado de oposição regado a vinhos caros e caviar, servido em CONCHA, para falarem mal do governo e conspirar com informações falsas sobre a cobrança do ICMS sobre os combustíveis. Assim, imputam ao Estado a responsabilidade pelo aumento abusivo dos preços nas bombas. Por último, depois de consumirem algumas garrafas, induziram um certo parlamentar a pagar mico, conforme divulgado nas redes sociais e até um certo pré-candidato ao governo. Lembrando que o Carrasco não é baú para guardar segredo!

CADÊ O FARDAMENTO?

Pelas bandas de Feira de Santana, a Comissão de Educação da Câmara Municipal andou visitando algumas escolas do município. A busca era sobre informações sobre o fardamento escolar, ainda do ano passado. Não encontraram resposta e a pergunta ficou no ar.

CADÊ A REFORMA?

Enquanto isso a Escola Municipal Margarida Brito de Oliveira, assim como outras, da 'Princesinha do Sertão', precisam com urgência de uma reforma, e a gestão municipal prefere investir no aluguel e reparo de uma propriedade privada próxima da unidade de educação citada, para onde os alunos vão ser realocados. É evidente que na ponta do lápis isso fica bem mais oneroso aos cofres públicos.

MAS SÓ ISSO?

O time do deputado estadual Roberto Carlos, juazeirense, já rendeu aos cofres do clube mais de 5 milhões de reais com as duas classificações de fases na Copa do Brasil. O parlamentar e presidente do clube prometeu construir um CT de "responsa" na cidade. Embora o "bicho", nome dado à premiação aos atletas, tenha sido baixo, a motivação na equipe continua. Na próxima, caso passe de fase mais uma vez, os atletas merecem mais um pouquinho.

PASSOU PANO

Entusiasta da ida de Queiroga para o Ministério da Saúde, Fábio Vilas-Boas recentemente passou pano de leve para o amigo, ao dizer que o médico recebeu a missão de "conduzir da forma correta, científica e técnica, mas sem entrar em rota de colisão com o presidente" e tem feito o possível para conseguir vacinas, em escassez por "fruto de erros do passado". Talvez fosse bom repetir a pergunta para Vilas-Boas, agora que Queiroga diz aguardar um "estudo" feito a pedido de Bolsonaro, sobre o uso de máscaras. Ao comemorar a nomeação do atual ministro, em março, o secretário disse: "Pense num cara gente boa!"

NADA CONTENTE

O vice-governador João Leão (PP) não está nada contente com o fato de o PT já ter anunciado a pré-candidatura do senador Jaques Wagner ao governo da Bahia. O pepista cobra do PT uma “vezinha” e não esconde de ninguém sua vontade de ser o candidato da base aliada que dá sustentação ao governo petista há 14 anos. Recentemente, Rui realizou uma minirreforma no secretariado com o intuito de apaziguar os ânimos do PP, mas parece que nem isso deu vez.

BATEU, LEVOU

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), sentiu o peso da declaração de um governador de Estado, ao apontar que a cidade que ele administra vive na escuridão e com as ruas sujas, o que contribuI para o aumento da criminalidade, responsabilidade que o gestor jogou toda na conta de Rui. Colbert gravou novo vídeo, mais sofisticado, explicativo. Bateu, mas também se defendeu. Negou que vá renunciar para disputar as eleições do ano que vem, como o governador acusou. Disse que fica até o final de 2024.

LULO-CALANGUISMO

O provável candidato do PDT à presidência do Brasil, Ciro Gomes, lançou mais uma de suas analogias para dar aquela cutucada no PT e no ex-presidente Lula, a quem serviu como ministro do Desenvolvimento Regional entre 2003 e 2006. Criador e propagador voraz do termo "lulopetismo", Ciro usou o reino animal para ironizar a devoção de alguns petistas e a falta de autonomia dentro do partido, ao analisar a tensão no DEM com a divisão de parlamentares pró e contra Bolsonaro. Segundo o ex-governador do Ceará, em todos os partidos há discordância, exceto no PT, que é uma legenda de "calangos" - só sabem balançar a cabeça e concordar com Lula. "Não tem uma proposta, não tem uma ideia nova", criticou. Não nos espantemos se na próxima entrevista Ciro não aposte em outro neologismo, e quem sabe não lance o "lulo-calanguismo".

ASSOMBRAÇÃO

Um ex-vereador de Salvador, chegado em um sumiço repentino e peregrinar por dunas de areia, pode ter a vida sacudida logo-logo. Rumores de que o MP está de olho em algumas aventuras no seu gabinete da CMS e, para piorar, vai ter que pagar uma bolada em um processo trabalhista de um ex-assessor. O rapaz teria coagido o funcionário a fazer empréstimos no banco, usando contracheque e 13° como garantia. Como se não bastasse, parou de pagar as parcelas e o nome do antigo assessor ficou sujo na praça. Pelo visto, a prática já era hábito. Parece mentira, mas pode ser pior que assombração...

ENQUADRADA

Não é birra, juramos! Sempre dissemos aqui que o Ministério Público é um dos órgãos mais respeitados do Brasil, mas assim como toda entidade sem autocrítica, tem cada vez mais exceções. É por isso que a enquadrada da semana vai para o procurador da república Fernando Zelada, que parece ter escolhido o prefeito Jânio Natal para Cristo. Genro de um dos maiores proprietários de terrenos na região de Trancoso e no entorno sul daquele balneário, Zelada pediu a abertura de um inquérito civil público para investigar se a casa do prefeito teria sido construída em área proibida. Ora, pois, como a morada de Jânio foi erguida desde 2005 – isso é fato público na cidade - e Zelada atua em Porto e Eunápolis desde 2008, ou a casa do prefeito é invisível ou o procurador era cego de 2008 até agora. O Carrasco está curioso para entender o que será narrado para só agora ter o MPF tomado conhecimento do fato. Há quem diga, por outro lado, que Moacir Andrade, o sogro milionário, estaria insatisfeito com o devido cumprimento das normas urbanísticas e ambientais em Porto Seguro. Em tempo: Zelada, junto com uma então servidora do IPHAN, já criou caso com bilionários que possuem mansões no litoral sul da cidade, mas isso é coisa para falarmos com calma.

adblock ativo

Publicações relacionadas