adblock ativo

Allan e Ana Marcela disputam título da Copa do Mundo na China

Publicado sexta-feira, 20 de outubro de 2017 às 10:06 h | Atualizado em 20/10/2017, 13:06 | Autor: Aurélio Lima
Allan do Carmo e Ana Marcela
Allan do Carmo e Ana Marcela -
adblock ativo

Principais referências do Brasil na maratona aquática, os nadadores baianos Allan do Carmo e Ana Marcela participam nesta sexta-feira, 20, da última etapa da Copa do Mundo da modalidade em busca de medalhas.

Há também possibilidade de título, principalmente por parte de Allan, que está em terceiro lugar no circuito e a 15 pontos do primeiro colocado, o italiano Simone Ruffini.

Os campeões serão conhecidos na sétima e última etapa da circuito, em Hong Kong, na China. No horário chinês, a largada será às 9h deste sábado, 21.

Pelo fuso horário brasileiro, a largada será às 22h desta sexta-feira, 20, no horário da Bahia.

Teoricamente, Allan está em melhores condições diante de Ruffini, que tem 77 pontos, e seu compatriota Federico Vanelli, 76. A disputa conta ainda com a concorrência do húngaro Kristof Rasovszky, empatado com Allan nos 62 pontos.

Para conquistar o título da competição mais uma vez, Allan precisa chegar em uma das duas primeiras posições, necessariamente acima do húngaro.

Mas vai precisar ainda torcer para os italianos somarem no máximo dois pontos, que será confirmado se eles completarem em nono e décimo lugares, respectivamente.

"O desempenho deles na última prova não foi o mesmo das últimas etapas e eu venho crescendo. É claro que é muito difícil. São três atletas de altíssimo nível, mas não posso deixar de acreditar", argumentou Allan.

Prova feminina

Já entre as mulheres, a italiana Ariana Bridi praticamente garantiu o título, com 104 pontos contra 84 de Ana Marcela. Mesmo assim, Ana promete brigar até o fim para fechar o circuito conquistando mais uma medalha.

Na última etapa, em Chun'an, Ana venceu os 10 km de percurso e conquistou o 18º ouro no circuito, enquanto Allan ficou com a medalha de prata.

Além da dupla baiana, a seleção brasileira é representada pelos gaúchos Viviane Jungblut e Fernando Ponte, que conquistaram bronze em Chun'an. Completa o grupo, o mineiro Diogo Vilarinho.

“Conquistei um bom resultado na China e isso aumenta a confiança para essa prova em Hong Kong. Sei que estou em uma boa fase, confiante. Vai ser uma prova decisiva”, comentou Allan.

Ana também analisou suas chances. “Venho para Hong Kong em segundo, precisando vencer para manter essa colocação. O título é um pouco mais difícil, depende de uma combinação de resultados, mas estou na briga e vou até o fim”, afirmou a nadadora.

Os gaúchos Viviane Jungblut e Fernando Ponte estão otimistas, depois da conquista do bronze por eles, na etapa anterior. “Quero consertar algumas coisas que errei na prova anterior para obter uma boa colocação e, assim, terminar 2017 bem colocada no ranking mundial”, planeja Viviane.

Ponte já mira a próxima temporada. “É importante fazer uma prova boa para começar 2018 confiante e pensando sempre competição por competição”, disse o nadador gaúcho.

Já Diogo Vilarinho espera melhorar seu tempo em Hong Kong, que foi a menos de um minuto do pódio em Chuan’an.

adblock ativo

Publicações relacionadas