Juninho Capixaba elogia influência de Roger Machado em evolução técnica

Publicado sexta-feira, 26 de junho de 2020 às 12:23 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Jeferson Jesus*

Cria da base tricolor, o lateral esquerdo Juninho Capixaba foi o escolhido para conceder entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, 26, no Centro de Treinamento (CT) Evaristo de Macêdo.

De volta ao Tricolor após passagens por Corinthians e Grêmio, o jogador falou sobre a própria evolução na posição e a expectativa para o retorno dos jogos.

"Não só ameniza a saudade, como é ótimo estar de volta ao clube, viver novamente esse dia a dia. Para nós, que estávamos dentro de casa, era muito complicado. O trabalho (em casa) era feito com qualidade, mas não como é feito no clube. Agora estamos caminhando bem e o retorno me deixou muito feliz", declarou o jogador de 22 anos.

O atleta também comemorou a definição do início do Campeonato Brasileiro da Série A, previsto para o começo de agosto, após reunião realizada na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta quinta-feira, 25.

"Ter uma definição para nós é muito bom. Agora vamos trabalhar com o intuito de voltar aos jogos. Tenho visto pela televisão, pela imprensa, que todos os campeonatos internacionais têm voltado. Eu vi o da Alemanha, a Liga BBVA (Campeonato Espanhol), Premier League (Campeonato Inglês). Ter uma data é muito importante", avalia.

Evolução no retorno

Retornando ao Bahia após três anos, o jogador destacou a importância do técnico Roger Machado em sua evolução técnica. "Eu evoluí bastante defensivamente, acho que o Roger tem me ajudado, que está claro isso. Acredito que, nos jogos, venho conseguindo uma regularidade muito boa na minha visão e na de pessoas próximas também, e ofensivamente venho mantendo o que sempre fiz.

Segurança em primeiro lugar

Questionado sobre o desejo dos jogos com público, o que não será possível de imediato devido às medidas de saúde indicadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como forma de conter o avanço da Covid-19, Capixaba ressaltou a importância de respeitar as recomendações.

"Ansiedade para ter o estádio lotado eu não tenho nenhuma. As notícias que têm aparecido na televisão nos preocuparam bastante. O número de mortes vem sendo muito grande, é bastante assustador. Com torcida eu não tenho nenhuma expectativa, desejo que as partidas retornem sem torcida, para que a segurança de todos seja garantida", finaliza.

Publicações relacionadas