TJD-BA multa vice-presidente do Jacobina após acusações a Bellintani

Publicado quarta-feira, 24 de junho de 2020 às 10:07 h | Atualizado em 24/06/2020, 10:25 | Autor: Da Redação

O Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA) puniu nesta terça-feira, 23, o vice-presidente do Jacobina, Rafael Damasceno após o gestor ter alegado que o presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, havia invadido o vestiário destinado à arbitragem no jogo entre as equipes pelo Campeonato Baiano deste ano, quando o Tricolor venceu a equipe da Chapada pro 3 x 1.

De acordo com a 1° Comissão Parlamentar do TJD-BA, o dirigente foi suspenso por 90 dias e deverá pagar uma multa de R$ 10 mil, pois não apresentou provas para embasar suas acusações, sendo condenado com base no artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por "Ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto".

O valor da multa inicial, avaliada em R$ 20 mil pelos relatores, considerado alto pelo momento financeiro do clube do interior, por conta da crise causada pela Covid-19, foi reconsiderado e reduzido pela metade.

Publicações relacionadas